sábado, 25 de dezembro de 2010

É Natal!


Na Terra Santa e no Monte Sião, perto do Cenáculo (onde se realizou a última ceia), encontramos a Igreja da Dormição. Esta imagem é do interior da bonita Igreja e nela podemos ver este painel com o Menino Jesus.
Hoje é Natal e tudo que simboliza esta época lembra-nos paz e amor, mas Jesus morreu de uma forma cruel e atroz! O homem é capaz de fazer as coisas mais belas e fantásticas, mas também as mais vis e cruéis! Tudo isto está presente no N/ quotidiano, tudo!

Uma parte substancial da humanidade não presta, é puro lixo! Pedófilos, assassinos, violadores, exploradores de mulheres crianças e animais, etc, etc, etc! A outra parte é preciosa, são todos aqueles que contam verdadeiramente, os que têm fé, (seja ela qual for !), os que amam o próximo, os agnósticos que como nós acreditam no amor, os que criam, os que sabem ver, os que sabem sorrir, abraçar e estender a mão!

Tiago, que com grande probabilidade era irmão de Jesus, só se converteu após a sua morte. Tiago julgava Jesus um pouco louco e a sua ressurreição mostrou-lhe o caminho da fé, pois Tiago estava em jejum à espera desse sinal! Muito mais tarde, também Tiago foi martirizado, pois morreu dilapidado!

Se Jesus nos aparecesse novamente, seria internado num hospício, porque ninguém O ouviria! Como refiro no meu livro, como conseguiria chegar Ele ao Papa, ao representante máximo de seu Pai?!!

Provavelmente seria preso e ninguém o ouviria.

Este é o meu desafio para este Natal e para o ano que se avizinha! Que a humanidade ouça o que se passa à sua volta e saiba dar o passo na direcção certa, porque o que se tem visto é um colosso embriagado a cambalear...

Feliz Natal e um Ano Novo cheio de Saúde!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Noticias de Monchique!


Obrigado Silvia

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Hoje é um grande dia!


Ao Dr. Emanuel, à Dra. Isabel, ao Dr. Carlos Bento, aos enfermeiros, aos técnicos, enfim, a todas as equipas que têm lidado connosco, este dia é grande por V/ causa!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Da Silvia Pirk / Portimão

Olá Vítor!
O livro é um sucesso no meio dos meus colegas de escola e amigos. Já vendi todos os que me enviou e preciso que me envie mais (...).
Hoje estive presente na Rádio Fóia, Monchique, para divulgar o livro e falar da nossa história também. Estive no ar durante 30 minutos. Quem me ouviu disse que correu bem e que até se emocionaram. A escola tem um projecto em parceria com a rádio para divulgar a leitura feita pelos alunos, professores e funcionários.
Beijos e abraços para todos
Lucas e pais

Obrigado Silvia!
Bjos

Bazar de Natal Hepaturix

Hoje inicia-se o “Bazar de Natal” da Hepaturix que decorrerá no Hospital Pediátrico de Coimbra. Lá poderão ser encontrados artigos interessantes a um preço acessível e o produto das vendas permitirá à Hepaturix continuar as suas actividades.

São muitos os artigos, bonitos e baratos, desafio aqui a Hepaturix a colocá-los no ‘site’ pois dessa forma os interessados poderão ajudar à distancia, comprando os artigos, sem terem de se deslocar a Coimbra.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Inês, Alex e ... Napoleão!


Este cavalheiro de seu nome Napoleão, é um daqueles gatos de uma ninhada que alguém abandonou aqui perto da N/ casa. O Napoleão é irmão do Caramelo (um gato amarelo) e da Rita (uma gata preta). Só conseguimos dar "em tempo útil" a outra irmã, uma gata parda e que está muito bem entregue! Quando finalmente apareceram donos para os outros irmãos, já o Caramelo, o Napoleão e a Rita faziam parte da familia e por isso, já não os demos!

O Napoleão é um gato brincalhão, está sempre a ronronar e só quer mimos. Vejam como aquele gatito triste e ranhoso se tornou num belo gato!

domingo, 21 de novembro de 2010

Missão Sorriso - Vamos ajudar o Hospital Pediátrico Coimbra a vencer!


No Hospital Pediátrico de Coimbra desde há muito que o acolhimento da criança é uma questão prioritária. Este ano, mais uma vez, o projecto apresentado à Missão Sorriso centra-se sobretudo na humanização dos espaços. Quando se trata de beneficiar o acolhimento e diminuir o sofrimento a crianças e adolescentes que a estadia num hospital pode acarretar, nada é suficiente e há sempre muito a fazer. O carácter inovador deste projecto consubstancia-se no facto de se pretender marcar a diferença ao nível das amenidades:
- estrutura física - pintura e decoração de serviço de internamento (Projecto PLIM), criando um ambiente que contribua para tranquilizar e reduzir os níveis de ansiedade das crianças e seus acompanhantes;
- melhoria da adesão aos programas terapêuticos, através da criação do "hospital sem medo", onde as crianças poderão contactar com os equipamentos e instrumental que habitualmente é utilizado na prestação de cuidados e experimentá-lo num boneco interactivo;
- aquisição de consolas e videojogos para equipar a ludoteca e salas de actividades (antes inexistentes ou precárias), aproximando o ambiente hospitalar, tanto quanto possível do ambiente familiar, social e escolar contribuindo para uma mais rápida recuperação;
- aquisição de LCD's, vídeos, 8 quiosques multimédia touch screen para colocação nas salas de espera e entradas principais do Hospital, equipamento este que, para além de poder servir para amenizar o tempo de espera através da apresentação de filmes e vídeos educativos, servirá também para prestar informações úteis aos utentes e seus familiares (divulgação em suporte digital do manual de acolhimento e encaminhamento dos utentes dentro das novas instalações);
- melhoria na identificação dos profissionais de saúde por serviço, através de um sistema identificativo profissional/serviço por cores e edição de um manual de acolhimento, revisto e melhorado, adequado à realidade das novas instalações, que acolherão crianças e jovens até aos 17 anos e 364 dias.

"O hospital é bonito, mas tinham que o pintar de amarelo. Aí iria mudar as aparências. A cama do hospital é boa, mas eu gosto mais da minha."
Ronaldo (14 anos), in O Hospital pelo Olhar da Criança.

Vamos ajudar o Projecto do Hospital Pediátrico de Coimbra a vencer!

Para votar basta copiar o link:
http://www.missaosorriso.continente.pt/descricao.php?guid=04cc1903-33f8-102e-859e-89880da61d9b

Precisamos da ajuda de todos!

http://www.youtube.com/watch?v=7FTXSj1ul_A (Missão Sorriso 2009)

sábado, 20 de novembro de 2010

Manneken Pis


Esta semana foi a vez de Bruxelas!

Lá está a Lígia e a pequena e célebre estatueta.

Atenção ao "post" que se seguirá sobre a "operação sorriso" 2010.......

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

As minhas desculpas!

À Administração do Pediátrico!

Informaram-me agora que o problema dos medicamentos aconteceu, não por razões financeiras/orçamentais, mas por causa de uma reclamação que colocou em causa o envio dos medicamentos pelos CTT (parece que umas caixas chegaram quentes por terem estado ao sol).

Ou seja, o Hospital alterou com o objectivo não de reduzir custos, mas sim de resolver um problema que poderia ser grave…

Assim sendo, a minha reacção não foi justa, mas repare-se, os medicamentos tanto podem sofrer maus tratos no envio para as nossas casas, como no envio para os hospitais da residência (a solução encontrada)!

Por isso vamos tentar dialogar com os responsáveis e ver se é possivel uma solução de bom senso e que agrade a todos!

Noticias preocupantes de Coimbra - Mail enviado aos associados da Hepaturix

Têm-me chegado noticias preocupantes de Coimbra!

Resumindo:

- o Dr. Emanuel foi dado como certo no Stº António/Porto o que implicaria o abandono das transplantações pediátricas e o fim do programa em Portugal;
- a Farmácia do pediátrico vai deixar de enviar os medicamentos aos pais, ou seja os pais do Algarve, Açores, etc, terão de se deslocar propositadamente a Coimbra para irem levantar os medicamentos dos seus filhos;
- a administração do pediátrico informou a Hepaturix, na pessoa da Teresa, que iam reavaliar esse problema, o que nos deu a esperança que afinal essa ideia absurda não iria para a frente!!
- a Dra. Isabel anda visivelmente stressada e revoltada e parece que apresentou a demissão (!?);
- o Dr. António Pedro, já lá não está, pois está em Lisboa e não foi substituído o que significa que a Dra. Isabel está novamente sozinha;
- o projecto anunciado em Fevereiro de 2009 pelos responsáveis dos HUC, CHC e ARS, de passagem dos transplantes pediátricos dos HUC para o Pediátrico, está completamente posto de lado e fala-se já em fusão do CHC com os HUC;
- parece (?!) que querem substituir os imunossupressores dos N/ filhos por genéricos;
- a “reavaliação” dita à Teresa não deu em nada e ‘parece’ que está confirmado que a partir do dia 01/12 vamos ter de nos deslocar mensalmente a Coimbra para ir levantar os imunossupressores. No caso do N/ filho, não se percebe que nos passem receitas para três meses e depois nos obriguem a ir mensalmente buscar o medicamento, mas… nós estamos a 100 Kms de Coimbra e essa atitude causa-nos transtorno, mas imagine-se o que acontecerá com os Teotónios de Lisboa, com os Pirk do Algarve, com os transplantados das Ilhas, etc, etc, etc!

Faz este mês um ano que lancei o meu livro “Lutar até Viver”, através do qual tentei passar uma mensagem de esperança e de orgulho nas equipas médicas de Coimbra e nos Hospitais que salvaram os N/ filhos!! Por temer que todo este pesadelo poderia um dia acontecer, achei que fazendo o livro daria um forte empurrão ao programa de transplantação pediátrico e dessa forma, honrava a história e a audácia do seu fundador, o Sr. Prof. Linhares Furtado.

Apesar do meu livro ser largamente elogioso dos HUC e do CHC/Pediátrico, até hoje nem uma palavra ouvi das respectivas administrações hospitalares. Ouvi palavras elogiosas do Sr. Presidente da Republica, do Director Geral da Autoridade dos Serviços Sangue e Transplantação, do Presidente da Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado, etc, etc, etc, mas das Administrações dos Hospitais visados, nada!

A Dra. Isabel está visivelmente a passar um mau bocado e necessita que a ajudemos, mas sem a envolvermos numa guerra!

A Hepaturix tem de se unir e tomar uma posição publica sobre tudo! Apelo a todos os pais que individualmente tomem posições que ajudem a Hepaturix na “guerra” que se avizinha!

Se os transplantes hepáticos pediátricos acabarem em Coimbra, até que o programa possa funcionar em pleno noutro sítio qualquer, muitas crianças irão morrer, porque, como disse o Sr. Professor Linhares Furtado há não muito tempo, “infelizmente não haverá resposta em tempo útil no estrangeiro para todas elas”!

Vítor Raimundo Martins

sábado, 13 de novembro de 2010

Moscovo



A Lígia chegou da Rússia! Ainda bem, pois esta semana não foi fácil e chegaram-me de Coimbra algumas noticias que me deixaram sériamente preocupado! Nos 'posts' posteriores irei falar um pouco do que se passa porque as coisas estão a complicar-se e nós os pais, em conjunto com a Hepaturix temos fazer algo!

sábado, 6 de novembro de 2010

28 Novembro de 2009


Recupero aqui a Newsletter do CHC de Dezembro de 2009, para assinalar que no próximo dia 28 irá fazer um aninho que o "Lutar até Viver" foi lançado em Coimbra! O tempo passa rápido, ainda há dias andava de Fnac em Fnac e já passou um ano!

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Doçuras ou Travessuras


Hoje as doçuras chegaram molhadas! O S. Pedro não ajudou e o Alexandre só esteve na rua alguns minutos, porque realmente não era possivel estar lá muito mais! Fica aqui a alegria e a foto do momento!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

domingo, 3 de outubro de 2010

3ª Edição

Na semana passada soube que a Chiado Editora vai fazer uma terceira edição do nosso livro! Não posso deixar de ficar satisfeito por um livro deste género, de autor desconhecido e sobre um tema em que a nossa sociedade infelizmente continua a ignorar, tenha conseguido esse pequeno feito.

Há dias uma conterrânea disse-me emocionada que já o tinha lido duas vezes e ia começar a terceira…

Ou seja, os amigos, os conhecidos e todos aqueles que por esta ou aquela razão acabaram por ler o “Lutar até viver”, vivenciaram uma experiência “tocante” e que nos aproximou a todos!

Obrigado a todos que têm mantido “a chama viva”, pois dessa forma têm publicitado o nosso livro e é isso que tem permitido passar a sua mensagem.

O programa de TRH Pediátrico de Coimbra vive um momento ambíguo, pois não conseguimos perceber o alcance das coisas e nem temos bem consciência de como estão!

Faço votos para que esta terceira edição esteja “mais disponível” e “mais visível”, porque neste momento a divulgação deste tema era a melhor ajuda que poderíamos dar para acabar com a indefinição que se vive em Coimbra.

A terceira edição estará disponível antes do final do corrente mês de Outubro.

domingo, 19 de setembro de 2010

1º Lugar - Anipop


Hoje a Inês "obrigou-nos" a acompanhá-la a Lisboa, ao IPJ no Parque das Nações, porque tinha-se inscrito num concurso de desenho ...

A convenção Anipop é uma reunião de jovens e alguns personagens estranhos, todos com um ponto comum "a manga" Japonesa....

Nesta foto a Inês tinha acabado de saber que ficou em 1º lugar!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Mais boas notícias...


Obrigado Anabela Mateus

domingo, 22 de agosto de 2010

Benirrás - Pôr do Sol



Benirrás é uma praia que "volta e meia" aparece nos jornais por causa dos fantasmas de alguns projectos imobiliários que teimam em "assustar" todos aqueles que defendem uma Ibiza com menos betão e mais igual a si própria, a Ibiza dos hippies e dos anos 60. Quem conhece Tenerife, Palma Maiorca, Gran Canaria, etc, percebe que Ibiza é um paraíso, isto apesar do excesso de estradas que já começam a incomodar, especialmente entre o centro da ilha e Stº António. Conheci Ibiza ainda com as estradas de paralelepípedos, agora são todas em alcatrão, enfim, uma tristeza e este incêndio de Benirrás faz-me ficar apreensivo, por razões óbvias!

Deixo-vos aqui uma imagem característica de Benirras , o famoso pôr-do-sol que normalmente é recebido com palmas, beijos, tambores e coisas assim!

Benirrás


Umas das coisas que sempre me impressionou em Ibiza, é que já são alguns os anos em que sucessivamente passamos lá férias e nunca vimos incêndios, isto apesar da vegetação em Ibiza ser "perigosa", pois é essencialmente composta à base de pinheiros e as temperaturas serem propícias a estas desgraças. Ibiza tem uma vegetação muito agradável e saudável, aliás, aqui em Portugal temos abundantes zonas idênticas...
Há pouco deparei com esta notícia que a foto ilustra!

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Avanço nos transplantes - Portugueses descobrem novas células

De: Gonçalves Carla
Enviada: sexta-feira, 13 de Agosto de 2010 14:56
Assunto: Avanço nos transplantes

Esta noticia saiu hoje no Jornal Correio da Manhã, é sempre bom saber os progressos que a ciência está a fazer.

Marta Monteiro e Luís Graça, investigadores do Instituto de Medicina Molecular da Universidade de Lisboa, descobriram um novo tipo de linfócitos – células do sangue com papel muito importante no controlo das infecções – que ‘migram’ para o fígado e suprimem a rejeição em caso de transplante. Os resultados da investigação são publicados na edição de 15 de Agosto da prestigiada revista científica ‘Journal of Immunology’.
Um dos problemas associados ao transplante do fígado reside precisamente na resposta do sistema imunitário ao órgão transplantado. Mas "se usarmos estas células podemos fazer com que o órgão seja aceite sem produzir efeitos no sistema imunitário que não está envolvido na resposta ao transplante", afirmou Luís Graça.
Os cientistas encontraram ainda uma forma de estimular a produção destes linfócitos.

(Obrigado Carla Gonçalves)

domingo, 1 de agosto de 2010

Seis anos de TRH - Ibiza 26/07/2010



Durante as nossas férias ocorreu o aniversário do transplante do Vitor Alexandre. É uma data que nos deixa um misto de emoções, por um lado a alegria da salvação do nosso filho, por outro, o respeito pela memória do dador! Embora nos recordemos sempre do que aconteceu, não nos sentimos com vontade de festejar mas apenas de assinalar o momento pois este é o sexto ano da nova vida do nosso filho.

A pintura em anexo, estava numa parede no centro da cidade de Ibiza! O "artista", de forma completamente despegada gastou o seu talento a embelezar uma parede suja, que desta forma não passa despercebida, pois todos podem apreciá-la, livremente, anonimamente!

Esta pintura deu uma nova vida a esta parede...

sábado, 31 de julho de 2010

Olá!

E acabaram as férias!

Logo agora quando quase todos estão a iniciá-las!!

Enfim, vamos lá ganhar coragem para vencer esta guerra psicológica que se avizinha...

Fomos de férias e esquecemo-nos da "banana" da Net e por azar o hotel não tinha Wi-Fi, coisa rara!! Mas, talvez até tenha sido bom, pois, depois de conseguirmos quebrar o período de carência, nem nos lembrava-mos que isso existia!

Hoje estou cansado e fico por aqui, mas depressa voltarei ao Blog.

Abraços,

terça-feira, 13 de julho de 2010

"Lutar até Viver" e os Açores

A partir de Sábado o nosso livro também estará disponível nos Açores, na

Livraria Solmar
Av Infante D. Henrique,
C.C. Solmar, nº 7
9504-529 Ponta Delgada

sábado, 10 de julho de 2010

Outra reacção que guardaremos no coração!

Caros amigos Lígia, Vitor, Vitinho, Inês e Patrícia

O porquê destas palavras que vos envio?
O porquê de só agora?
No dia 28/11/2009 lançaram na Fnac em Coimbra, o vosso livro intitulado “Lutar até Viver”.
Estive presente no início, mas (…) impediu-me de assistir até ao fim como gostaria.
Comprei só dois livros!
O stress habitual inerente a uma viagem de avião (…) levaram-me a esquecer o livro no carro.
Com o regresso do período de férias, chega a azáfama profissional e familiar. O livro ficou esquecido.
O Natal chegou rapidamente. Achei que seria a prenda ideal para 2 amigos (…).
Enfim … fiquei sem livro para ler cujo título e tema me despertavam tanta curiosidade!!
Surpresa e tristeza quando tentei comprar e já não havia!
Felizmente em 18/02/2010, dia do lançamento do livro do Sr. Prof. Linhares Furtado, consegui finalmente comprar alguns exemplares.
Guardei-os! Quando os quis ler não encontrei.
Chega a Semana-Santa. (…) Ao procurar algo para ler, encontrei o livro que há tanto ansiava ler! Que coincidência! Uma semana tão simbólica para nós católicos.
Depressa o devorei dado o interesse do tema e a forma cativante como está escrito e ilustrado – um impressionante testemunho de luta pela vida com Amor, Sofrimento e sempre com Fé.
É o retrato de muitas vivências de doentes (hepáticos, renais e cardíacos) e seus familiares, por mim partilhada ao longo do meu percurso profissional nesta área. Os tais “SOS” de que fala, fazem-nos sofrer demasiado…
O lutar pelo “Anónimo” cuja vida depende de um órgão, tem sido percurso nem sempre fácil, que envolve trabalho e sofrimento, mas compensador. Exemplos como o vosso, incentivam-nos a prosseguir esta luta, mesmo em momentos que nos apetece desistir…
Obrigado pela força que nos conseguem transmitir e com que nos sentimos recompensados.
Obrigado pelo vosso excelente contributo para a causa da Doação/Transplantação do nosso País. Será sobretudo uma ajuda preciosa para familiares e doentes em situação similar.
Parabéns pela vossa coragem nos vossos depoimentos vestidos de tanta riqueza humana, pela vossa solidariedade, enfim pela “Grande Familia” que são.
Que Deus vos ajude e compense pelo bem que fazem para com o próximo.

Com um abraço amigo,
Ana Maria Calvão Silva

Coimbra, 06/04/2010
Responsável pelo Gabinete Coordenação Colheita Orgãos e Transplante dos HUC

Hoje decidi publicar esta carta e espero que a Dra. Ana Maria Calvão não me leve a mal por isso. Apenas omiti aquilo que me pareceu um pouco mais pessoal e que não releva para o objectivo que norteou esta decisão. Da mesma forma que a Dra. Ana Maria se sentiu recompensada ao ler o nosso livro, nós ficámos orgulhosos por termos merecido estas palavras! Obrigado.

domingo, 4 de julho de 2010

Formentera - 2006

Eivissa - Cala Vadella



Mais outra praia fabulosa. Na contracapa do "Lutar até Viver" tem uma foto da Patrícia e do Alex. Essa foto foi tirada precisamente no bar/restaurante da parte direita da praia (seria à esquerda na foto, mas está tapado pela vegetação).

Férias - Ibiza



E está-se a aproximar o dia da partida! Mais uma vez o destino é o mesmo, Ibiza. Este ano estávamos para fazer umas férias diferentes, mas quando chegou a "hora da verdade" ... não tivemos coragem de mudar e todos, sem excepção, concordámos que teriamos de ir ao sitio do costume! Curiosamente vamos para o Hotel das primeiras férias, o Sol s'Argamassa. A ideia é mesmo esta, vamos despedir-nos e tentar estar uns anos sem ir! Vamos fazer o percurso Ovar/Toledo e depois no dia seguinte, Toledo/Denia/Ibiza. No dia 31/07 regressaremos até Salamanca e depois Salamanca/Ovar. Realmente o N/ envolvimento com a ilha já começa a ultrapassar o do mero turista, pois temos de ir dizer olá a um amigo que tem casa de férias, temos de ir cumprimentar o José Luis a Cala Vadella, temos de ir ao Galinheiro, a S. José, cuja proprietária já nos conhece há uns anos, etc, etc.

A foto em cima é de uma das N/ praias favoritas - Cala Tarida.

sábado, 3 de julho de 2010

Daniel Serrão - Apresentação em Ovar do "Lutar até Viver"

Lutar até Viver de Vitor Raimundo Martins

Primeiro a questão do género. Não é um romance. Não é uma narrativa ficcionada.
É um depoimento pessoal:
- rigoroso, na apresentação dos factos;
- corajoso, nas críticas a pessoas e instituições;
- sensível e sofrido, com forte carga emocional;
- delicado no tratamento do tema da transcendência.
Do que trata – da realidade da vida e do mistério da morte, de uma criança que nasce com grave doença hepática que a levará á morte; de uns pais que não desistem nunca de a salvar da morte anunciada; de duas irmãs que “amam o seu irmão pequenino e não o querem perder”; das dificuldades de os médicos e os hospitais lidarem com a doença da criança e com o sofrimento dos Pais; de terem chegado a um porto seguro no serviço de transplantação hepática dos Hospitais de Coimbra onde o único tratamento possível foi efectuado – a transplantação de um fígado. De tudo isto trata este livro e o prefácio do Dr. Emanuel, o cirurgião que executou o acto, explica-o bem.
O livro está bem escrito e é por isso de leitura muito agradável. Não tem pretensões de academismo literário. Não é uma escrita pretensiosa ou moralista. O texto brota quase espontaneamente do coração do Pai, com incisos da alma da Mãe Lígia, que não hesita em escrever uma primeira carta a Deus, pondo-O ao corrente do que se está a passar com o seu filho Vitor, como diz, um “ser pequenino que criaste à tua imagem”. E pede com simplicidade que faça o milagre de o salvar da ameaça mortal da doença hepática e metabólica.
Depois de ter sido feita a transplantação de dador morto, a poucas horas de ser colhida parte do fígado da mãe, ela escreve uma segunda carta que vos vou ler:

- Bom dia Deus,
Hoje a aurora trazia uma luz diferente, com uma luminosidade quase celestial, era o teu olhar Deus, tenho a certeza. Olhei pela janela e os pássaros que voavam celebravam a tua luz. Continuo a louvar-te, sei que iluminaste as mãos dos homens e deste a tua mão ao meu pequenino para que se mantivesse forte. Obrigado Deus por me teres ouvido, estou contigo no meu coração e a cada hora a Tua presença traz-me alento.
Obrigado Deus.

Duas palavras aqui se justificam sobre o que se chama milagre. Não é uma subversão da natureza, tornar branco o que é negro para espanto dos incautos. O milagre é a aceitação da presença na auto consciência individual de uma transcendência sem nome, sem matéria e sem tempo. O milagre, como diz o autor foi construído pelas mãos dos profissionais. Para a Lígia essas mãos humanas e casuais foram guiadas para serem perfeitas pela acção invisível e indemonstrável da transcendência a que chamam Deus, mas que, na verdade, não tem nome nem é material.
Fechado este parêntesis direi mais que o livro narra as dificuldades do diagnóstico de uma doença rara, as hesitações médicas sobre o melhor tratamento e a dificuldade em encontrar um profissional que liderasse a salvação da criança como responsabilidade sua. Quando o Serviço de Transplantação Pediátrica de Coimbra com a liderança do dr. Emanuel Furtado assumiu o Vitor tudo se simplificou, gerou nos pais a confiança numa competência e sustentou a esperança.

Este desfecho feliz leva-nos a exigir que esta seja a regra e não a excepção.

Daniel Serrão

Nota: este texto reproduz exactamente as notas manuscritas que o Sr. Professor teve a amabilidade de me oferecer no final. As aspas (parte das irmãs) estava por completar e citei de memória.
O Sr. Professor concluiu falando um pouco do Sr. Professor Linhares Furtado e da forma com o conheceu ainda jovem. A última nota no rascunho é “o Professor Linhares Furtado consumiu a sua vida profissional de exímio cirurgião a lutar contra desinteresses e rotinas. Escreveu um livro corajoso que merece ser lido…”.
O resto é difícil de citar de memória, pois tenho receio de trair o espírito e a letra do verdadeiro discurso.

terça-feira, 29 de junho de 2010

À Rosa Bella e ao Vitor Ferreira...

O Dr. Vitor Ferreira que aparece nas fotos ao lado direito do Prof. Linhares Furtado, é Vereador da cultura da CMO e como muitos saberão, antigo basquetebolista do Ovarense. Fez parte da 'equipa maravilha' DJ/Mario Elie e é casado com a simpática Rosa Bella actriz e apresentadora que tivemos o gosto de conhecer no "Porto Canal".

Uma palavra especial para eles e para os seus três filhos que ainda mais brilho deram a este dia inesquecível!

E finalmente a última foto!


Ao meu lado está a D. Esmeralda Souto, personalidade muito conhecida na N/ região e que está ligada a dezenas de colectividades. Também ela contribuiu para que a tarde fosse passada com muito humor, pois a D. Esmeralda não quis ficar atrás do Sr. Professor Calvão da Silva....

A presença do Sr. Professor Dr. João Calvão Silva


Eis uma panorâmica geral dos espectadores. Não posso deixar de referir a presença do ilustre professor de Direito da Universidade de Coimbra, o Sr. Dr. João Calvão da Silva - está à frente, sensivelmente a meio da foto ao lado da sua Exma. Esposa, a Dra. Ana Maria Calvão responsável pelos Serviços de Recolha e Transplant. dos HUC. O Sr. Professor impressionou-nos a todos com a sua simpatia e alegria, pois o seu humor permanente deixou-nos literalmente às gargalhadas!

Intervenção do Sr. Professor Linhares Furtado


Seguiu-se a intervenção do Sr. Professor Linhares Furtado que fez uma análise dos dois livros estabelecendo um paralelismo entre os dois e realçando a perspectiva médica de um por contraposição com a do outro. Traçou-lhe um rasgado elogio, referindo mesmo que se ainda desse aulas na faculdade de medicina, seguramente seria um livro que os seus alunos teriam de ler. Curiosamente, já o Sr. Professor Daniel Serrão tinha referido o mesmo (noutra ocasião).

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Intervenção do Sr. Professor Daniel Serrão


Disse-me uma professora do ensino secundário presente, a Dra. Lurdes Alçada, "achei engraçada a intervenção do Professor Daniel Serrão, primeiro porque fez uma abordagem interessante, despertando ao potencial leitor a vontade pela leitura do livro, sem contudo revelar nada que traisse essa leitura. Depois, porque o facto dele ter tido a preocupação de falar do género literário e da abordagem que se lhe seguiu, mostrou-nos a sua sensibilidade em vestir a pele do apresentador e dessa forma conseguir captar a nossa atenção até à última palavra".

O Sr. Professor trouxe a sua intervenção escrita pelo seu punho. Ele depois não se limitou a lê-la e lá foi metendo no meio uma ou outra história... Eu fiquei com o discurso e irei passá-lo para o Blog, mas quem o ler, infelizmente não vai conseguir captar toda a riqueza do momento, pois a "performance" do Dr. Daniel Serrão é impossível de reproduzir!!

E vamos à reportagem do que se passou ontem!



O encerramento deste ciclo de apresentações foi feito com a "chave de ouro". Todos os que puderam assistir às intervenções, quer do Sr. Professor Daniel Serrão, quer do Sr. Professor Linhares Furtado e do próprio presidente da CMO, Dr. Manuel Oliveira, não deram o seu tempo por perdido, pois tratou-se de um momento verdadeiramente especial!

O Alexandre é que se fartou depressa das intervenções e logo fugiu para o jardim da biblioteca.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

de Sua Excelência o Presidente da República, Sr. Professor Anibal Cavaco Silva


Há dias o Sr. Presidente teve um gesto que me encantou! Deslocou-se aos centros de transplantação e dessa forma deu visibilidade a uma parte da N/ medicina que nos deveria orgulhar a todos e que ombreia com o melhor que se faz no mundo.

Ora bem, esse foi o principal objectivo do “Lutar até Viver”, mas obviamente destacando o papel dos Hospitais de Coimbra, pois só aí se fazem transplantes hepáticos pediátricos.

O gesto do Sr. Presidente, a carta do Professor Alfredo Mota, a outra da ASTELLAS e muitas outras reacções que não divulguei, mostram-nos a todos que é necessário continuarmos a lutar por esta causa.

É que… as coisas não estão perfeitas e os rumores que nos chegam, teimam em assustar-nos quase diariamente!

A HEPATURIX é uma associação de pais de crianças transplantadas e em fase de pré-transplante e a esmagadora maioria dessas crianças são acompanhadas em Coimbra. Alguns dos pais desta associação fizeram-nos chegar “a sua preocupação” pelo cansaço que está espelhado na face dos médicos de Coimbra, porque as dificuldades do dia a dia são muitas! Ao que parece, também existem problemas com os medicamentos, nomeadamente, parece que falta Vitamina “E” há já alguns meses!! A Vitamina “E” é essencial para algumas das crianças que padecem de problemas hepáticos!

Hoje, já depois de tomar conhecimento destas dificuldades, recebi esta carta do gabinete de Sua Excelência o Sr. Professor Cavaco Silva.

O que originou este carta simpática do Sr. Presidente foi o facto de, por eu ter ficado sinceramente agradado com a iniciativa de Sua Excelência, ter enviado três livros para Belém! Também sugeri ao Sr. Presidente que oferecesse dois deles. Quis mostrar que nós os pais das crianças transplantadas percebemos muito bem as palavras que o Sr. Presidente proferiu.

O Sr. Presidente, em resposta, enviou-nos esta carta que todos podem visualizar e de que realço estas palavras “(…) o apreço, o interesse e a emoção que lhe suscitou esse vivíssimo testemunho de coesão familiar e de excelência clínica”.

A excelência clínica que aqui se refere é a do Dr. Emanuel Furtado, da Dra. Isabel Gonçalves, do Dr. Carlos Bento, etc, etc, etc, de todos aqueles que desde o tempo do Professor Linhares Furtado têm sustentado o programa de transplantação hepático pediátrico, programa esse que teima a ter de lutar contra uma imensidão de dificuldades e que nunca mais desaparecem!

Por tudo isto recordo aqui o que escrevi no livro:

“(...) digo e repito que qualquer buraco orçamental é bem-vindo se a sua razão for a nossa saúde! As nossas vidas não têm preço, logo temos de gastar para as salvar tudo o que temos e tudo o que não temos! Tudo é correcto se o dinheiro for bem gasto (...)”

quinta-feira, 24 de junho de 2010

terça-feira, 15 de junho de 2010

Sr. Prof. Linhares Furtado e a XXI Feira do Livro e Multimédia de Ovar, dia 27 de Junho de 2010


Recupero aqui esta imagem que saiu num jornal na semana a seguir ao lançamento do "Lutar até Viver". É que esta imagem vai repetir-se na feira do livro de Ovar, pois o Sr. Professor Alexandre Linhares Furtado irá participar na "apresentação" que será feita pelo Sr. Professor Daniel Serrão, para também falar um pouco do seu próprio livro "Transplantação de Órgãos Abdominais em Coimbra"

Quem quiser assistir poderá ouvir dois oradores de excelência e perceber as duas realidades do fenómeno da transplantação, isto é, a que é vista do lado dos pacientes e a outra, a do lado dos médicos, ambas espelhadas em livros completamente distintos “mas que se entrelaçam”.

Encerramento - Apresentação pelo Sr. Professor Daniel Serrão


Conforme já o referi, "a nossa família" vai estar presente na XXI Feira do Livro de Ovar. Este amável convite da Câmara Municipal de Ovar, é uma verdadeira honra! Também o herói do livro, o Vitinho, estará presente e do mesmo modo, as duas heroínas, as irmãs Inês e Patrícia.

Viver este acontecimento em família e aqui, isto é, na cidade onde nascemos e onde vivemos, tem um significado especial!

Outra grande honra, foi a simpatia e a prontidão com que o Sr. Professor Daniel Serrão aceitou 'apresentar' o nosso livro nesta feira.

Envio daqui um Convite generalizado para que estejam presentes! O local será o Centro de Arte, edifício situado num contexto arquitectónico composto pela Biblioteca de Ovar e dois afluentes do Rio Caster cujas margens receberam obras de beneficiação de grande relevo, o que poderá ser admirado por todos! A feira do livro realizar-se-á mesmo em frente, numa tenda gigante onde normalmente se situa o parque de estacionamento.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Da Astellas Farma

Caro Vitor Martins

(...)
No entanto não posso deixar de lhe referir que foi com muito gosto e interesse que li o seu livro, que considero um instrumento muito importante para compreender os dramas, angústias e momentos de felicidade de quem passa pela experiência de transplante de um órgão. O livro realça a vivência dessa experiência e relata todo o esforço e empenho de todos os envolvidos, muito em especial quando toca aos pais duma criança que busca no transplante um renovar de vida que de outra forma seria extinta.

Tenho que lhe dizer que o seu relato é extremamente humano e colocou-me na posição de quem sente na pele o drama inicial do diagnóstico, com toda a via sacra de quem tem necessidade de passar pelos pseudo iluminados que agem com a arrogância de quem tudo sabe, quando efectivamente muito pouco entendem quer da Ciência Médica quer do esforço daqueles que contribuem no seu dia-a-dia para, em Portugal, resolver da forma que melhor podem, com meios muitas vezes exíguos os problemas do nosso país.

Ao ler o seu livro senti-me na sua pele, emocionei-me com o que lá era relatado, lembrei-me sempre que não se tratava duma obra de ficção, mas sim duma experiência real duma família que teve a experiência que a sua foi obrigada a viver.

Vi as misérias do nosso sistema de saúde e as suas virtudes, senti aquilo que julgo foi sentido pela sua família, ou seja que o calor humano, a dedicação e o espírito de missão, são felizmente capazes de colmatar muitas das insuficiências do nosso sistema.

Penso que o melhor que posso dizer do seu livro é que o relato feito é de tal forma sentido e vivido, que ao lê-lo senti a emoção, a angústia, e a sensação que as pequenas coisas que consideramos como certas, de um momento para o outro podem deixar de o ser.

Senti a vossa coragem de lidar com um situação que ninguém está preparado para viver, como exemplo da forma como devemos encarar a vida sem desistir daquilo que nos é mais querido. Em resumo, a experiência relatada é tocante e um exemplo de coragem para todos que o lêem.

Considero muito importante o seu livro para que outros possam entender o mundo dos transplantes duma óptica humana e emocional, com todos os seus dilemas e complexidades, assim como todos os aspectos técnicos do ponto de vista de quem efectivamente passa involuntariamente pela situação de necessitar de doar ou encontrar um dador para que a vida de quem ama possa continuar.

Em nome da Astellas do nosso Director Geral, Piet Dury, e em meu nome, gostaria de felicitá-lo novamente por partilhar com o público tudo aquilo que foi o drama e a angústia, mas mais importante a coragem e a felicidade da vossa experiência, para que outros confrontados com situações semelhantes possam encontrar força anímica para enfrentar situações semelhantes.

Mantemo-nos aos seu dispor,

Um Abraço

João Lima

Medical & Regulatory Department Director
Astellas Farma, Lda.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Imperdoável


Era minha intenção tirar uma foto à Zilda com o Alexandre, para a colocar aqui no blog e ... esqueci-me! Imperdoável! Fica aqui uma do Alexandre no meio das flores silvestres de Ponte de Lima. A fotógrafa foi a Patrícia, parabéns para ela!

domingo, 30 de maio de 2010

Quinta do Casal - Facha/Ponte de Lima


Este fim-de-semana tivemos o privilégio de conviver um pouco com a Zilda e Alcino Cardoso.
A ternura do olhar da Zilda e a afabilidade do Alcino, embalaram-nos num pequeno mundo rodeado de belos jardins em que tudo nos pareceu puro e perfeito!
Sentimo-nos verdadeiramente honrados por termos merecido aqueles sorrisos e aquela simpatia.
O Alexandre ficou maravilhado com tudo, com as flores, com o canto dos pássaros, o lago, as rãs, os peixes vermelhos, o dormir “na Torre”…
Foi fantástico!
Obrigado Zilda e obrigado Alcino.
http://www.quintadocasal.com

terça-feira, 25 de maio de 2010

A harmonia no Mar Morto


É pena não dar para colocar uma música de fundo...

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Convite


A Câmara Municipal de Ovar irá organizar a XXI Feira do Livro e Multimédia de Ovar, que irá decorrer de 25 de Junho a 4 de Julho de 2010.
Este ano, mais uma vez, é nossa intenção promover eventos associados à promoção do livro e da leitura que permitam a relação entre autores e leitores.
Assim, na sequência dos contactos efectuados anteriormente, seria uma honra poder contar com a sua presença na nossa XXI Feira do Livro e Multimédia, no dia 27 de Junho de 2010, pelas 15h00, para apresentação do livro “Lutar até Viver”, no “Café com Letras”, actividade que será dinamizada no Bar do Centro de Arte de Ovar, no âmbito da referida Feira.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Goa



Hoje tive um daqueles dias em que não fiz nada, nem me apeteceu fazer nada! Este sol fez-me recuar até Goa e de repente quase parecia que ainda estava de férias... Que preguiça! já não posso com este histerismo colectivo e apetece fugir e estourar o resto dos tostões! Dizem que os gregos estão falidos!! Está tudo maluco! Portugal tem a 7ª maior reserva de ouro do mundo e andam os Senhores Doutores Jornalistas preocupados porque não sei o quê! Qual era a situação da Alemanha e do Japão em 1946?! Então a comissão europeia autorizou que os paises da zona euro furassem as metas dos deficits para assim se combater a crise que veio das américas e agora estão preocupados porque temos défice?!! Imaginem que nos dava uma coisinha na mioleira e vendiamos a ilha da Madeira aos nuestros hermanos, qual seria o preço?!

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Uma mensagem que me 'tocou' profundamente e merece ser divulgada!

Exmo. Senhor
Dr. Vítor Raimundo Martins

Escrevo-lhe este e-mail após ter lido o seu livro “Lutar até Viver”. Começo por me identificar: Alfredo Mota, Director do Serviço de Urologia e Transplantação Renal dos Hospitais de Universidade de Coimbra, cargo no qual sucedi ao Prof. Linhares Furtado, em 2003, que acompanhei desde o inicio do nosso programa de transplante renal em 1980, e com o qual colaborei nos primeiros transplantes hepáticos. Gostaria de lhe transmitir a minha mais profunda admiração pela batalha que a família Martins travou pelo seu filho o Vitinho, verdadeiro herói de toda esta saga e que tão bem retratada é neste seu livro. O vosso testemunho real e vivido com tanto amor e fé deve ser divulgado porque constitui uma verdadeira lição. A transplantação é uma actividade relativamente recente, o 1º transplante renal com sucesso foi realizado em 1954, em Boston, entre dois irmãos gémeos univitelinos que por serem imunologicamente idênticos não necessitou de imunossupressão, que de resto ainda não existia (o primeiro IMS, a azatioprina, só foi descoberto em 1959). Portanto, a transplantação tem pouco mais de 50 anos, o que em termos de medicina é muito pouco. O seu sucesso levou-a a ser considerada por um importante organismo americano como “…o terceiro momento mais fascinante da história da medicina depois da descoberta da penicilina por A. Fleming e da descoberta da vacina da poliomielite por Jonas Salk”. Foi igualmente apelidada como “Milagre médico do século XX”. Por estas razões e pela experiência porque passaram, o vosso testemunho é de grande importância porque nos traz a visão de pessoas fora da área da medicina que sentiram e viveram esta problemática. É dar a conhecer uma realidade que poucos conhecem. Por exemplo, se tivessem lido o seu livro, provavelmente os pais de um jovem de 15 anos falecido nos HUC, no mês passado, devido a acidente, não teriam violentamente recusado a colheita dos órgãos do seu filho para transplante, reagindo com acusações de comércio e outras inverdades, claramente indiciadoras de um completo desconhecimento do que é a transplantação e da sua importância para quem precisa. Diga-se que não estando o jovem inscrito no RENNDA a lei permitia-nos a colheita e a transplantação, mas naturalmente perante a recusa liminar dos pais, não o fizemos, correndo o risco de doente/s esperando por um transplante urgente morrer/em e sermos acusados pela/s família/s do/s falecido/s de não termos feito o transplante, havendo um dador compatível. Este triste episódio permite-nos apercebermo-nos da complexidade de algumas destas situações, do seu melindre e das difíceis condições em que por vezes é necessário decidir, porque estão vidas em jogo. Já agora conto-lhe que em 1986 quando se realizou o primeiro transplante cardíaco em Portugal o coração foi colhido em Coimbra nos HUC por uma equipa mista constituída por mim (rins) e pelo Prof. Queiroz e Melo (coração). Pois isso valeu-me ser chamado ao Ministério Público e ser interrogado perante uma queixa dos familiares do falecido por não terem sido consultados (a lei não o exigia). O caso não teve consequências mas não deixou de me incomodar. Um triste célebre Prof. de Medicina Legal do Porto dizia, nessa altura, que estavam a ser colhidos órgãos em pessoas vivas!! É por estas razões e por muitas mais que o vosso testemunho é importante e deve ser divulgado.
Dr. Vítor Martins, atrevo-me a dizer-lhe que a sua luta pela transplantação não pode terminar, porque ligada à sua actividade profissional, há que resolver a questão do seguro de vida dos dadores vivos de órgãos, nomeadamente de rim (o de fígado é mais complexo e por é isso excepcional, até porque só temos um fígado). Nos HUC já fizemos cerca de 80 transplantes renais de dador vivo, felizmente até hoje sem qualquer complicação grave, e sempre sem seguro de vida do dador, porque em Portugal ninguém faz este seguro ao dador! Nos Estados Unidos mais de 90% das seguradoras faz seguro de vida ao dador de rim, porque está provado que o risco que uma pessoa corre ao doar um rim em vida é semelhante a quem tem de conduzir 20 km/dia para ir para o emprego – risco de morte de cerca de 0,03%. Tenho a certeza que vai ser um militante desta causa.
No próximo dia 14 de Maio pela 9,30 horas o Serviço de Urologia e Transplantação Renal dos HUC, que é líder no nosso país dos transplantes renais, vai comemorar os seus 2000 transplantes renais (incluindo pediátricos), no auditório dos HUC. É com muito gosto que aproveito esta oportunidade para o convidar e aos seus familiares a estarem presentes, para o que junto o programa.
Congratulo-me vivamente com o sucesso do transplante hepático do Vitinho e com o sentimento de gratidão para com os profissionais de saúde que com tanto carinho manifesta, por ser tão raro nos dias que correm em que a máxima da maioria dos doentes do nosso SNS é “Eu desconto, tenho direito” e subjacente está “e você está aqui para me servir”. Regozijo-me por mais este êxito do meu amigo Emanuel, do Carlos Bento que é o anestesista do meu Serviço e de toda a equipa envolvida.
Longa e feliz vida para o Vitinho, que com grande probabilidade dentro de alguns anos, adquirida a tolerância ao enxerto, dispensará os medicamentos imunossupressores e deixará de ser um doente crónico. Para os pais e irmãs, alicerces fortes dessa família, muita saúde e e muitas felicidades. Os valores, as convicções e a fé são um património dos felizes por isso julgo que a sua Ligia é uma pessoa feliz, como o demonstraram as lágrimas que verteu na peregrinação a Fátima. Obviamente que o marido que tem uma mulher assim também o é de certeza.
Envio à família Martins o testemunho comovido da minha admiração
Alfredo Mota

Petra



Eis mais uma das novas maravilhas do mundo "Khazneh" ou "Tesouro", a fachada do templo que se chama Tesouro. Confesso que conhecia muito mal os Nabateus, mas eram um povo incrivel! A foto é tirada de dentro de um túmulo com "O Tesouro" nas nossas costas.

Cheguei!



Aqui estou eu novamente! Tanto em Israel como na Jordânia tivemos algumas dificuldades com a Net, mas a culpa foi do portátil...
Eis Jerusalém com as suas histórias e desventuras, todas tristes, com particular destaque para a crucificação de Jesus Cristo que nos fez recuar na história e mostrou uma crueldade que nos deixou sem palavras.

Sem palavras também ficámos no museu do Holocausto! A Inês saiu do museu a chorar, pois pela primeira vez teve contacto com a dimensão do horror.

Tocou-me profundamente ver as crianças da idade do Alexandre que foram as primeiras a ser eliminadas por serem novas demais para trabalhar....

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Mostra de Livros Escritores de Ovar - Biblioteca M. Ovar


E lá está o nosso livro!

terça-feira, 27 de abril de 2010

E estive presente ...


Encontrei um velho amigo do Liceu, o Zá (José Micard Teixeira) que já editou dois livros, "Viver Sem Stress" (2ª edição está esgotada) e "Viver Sem Medo"!

Desconhecia que em Ovar haviam tantos escritores....

Fnac Coimbra


Há dias, uma pessoa amiga de um amigo, lamentou-se com esse meu amigo, de que tinha ido à FNAC Coimbra e não tinha conseguido encontrar o livro!

Esta foto foi tirada com o meu telemovel, há dias, na ... FNAC Coimbra!

E que eu tenha conhecimento, isto já aconteceu uma dezena de vezes!!

Por favor, perguntem aos funcionários, até é uma forma de publicitar o livro....

Do Blog do Martim...

Milton Ericksson foi vítima de poliomielite aos 12 anos de idade. Dez meses depois de contrair a doença ouviu um médico dizer aos seus pais:

- O vosso filho não passa desta noite.

Milton ouviu, naquele instante, o choro da sua mãe e pensou " Quem sabe, se eu passar desta noite, ela talvez não sofra tanto?" E decidiu não dormir até ao amanhecer. De manhã, gritou para a mãe:

-Eh, continuo vivo!

A alegria em casa foi tanta, que a partir daí, resolveu resistir sempre mais um dia, para adiar o sofrimento dos seus pais. Morreu aos 75 anos, em 1990, deixando uma série de livros importantes sobre a enorme capacidade que o Homem possui para vencer as suas próprias limitações.

Bela história!!

PARABÉNS MARTIM PELOS SEIS MESES DE TRH!!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Esta teve graça!


http://sorumbatico.blogspot.com/2010/04/no-seguimento-da-cronica-anterior_16.html

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Nova ida a Coimbra...

Como o Alexandre mudou a medicação (do Prograf para o Advagraf - FK de absorção lenta) e deixou de tomar Corticoides, a consulta dos três meses foi antecipada para hoje!!

Os resultados das diversas análises estavam todos 100% impecáveis! Excelente notícia esta, pois confirmou-se que o Alexandre reagiu bem á redução da imunossupressão. Foram cinco anos e meio a tomar corticoides e duas 'tomas diárias' de imunossupressão!

Para nós os pais, tudo se torna simples e alegre! Percebemos que afinal o sol brilha de forma diferente e os pássaros cantam como nunca cantaram!

Depois das análises e enquanto esperávamos pela consulta, fomos até ao Forum de Coimbra. Acabei por ir à Fnac, pressionado pelo Alex que queria comprar uma 'coisa pequenina' e enquanto ele escolhia a tal coisita, deparei com o meu livro em grande destaque na zona afecta à 'literatura médica'. Foi a primeira vez que encontrei o meu livro exposto desta forma, em duas prateleiras 'nobres' e com grande visibilidade!

Sempre tive uma grande simpatia pela cidade de Coimbra e hoje senti-me bem por estar lá, por andar de um lado para o outro, por lá tomar o pequeno almoço, por ter feito algumas compras, etc, etc. Coimbra ficará eternamente ligada a esta faceta da N/ vida e o Fado que tanto lembra aos estudantes, para nós passou a ter outro significado!

domingo, 21 de março de 2010

A Pirâmide de Quéops (a grande pirâmide de Gizé)


As duas maravilhas da era moderna e a única que resta da antiguidade, a grande pirâmide das três de Gizé.

Da India à Jordânia e Israel


No ano passado por esta altura, estavamos nos preparativos de uma grande viagem a India e Goa. Ontem fiquei a saber que este ano, ganhei outra viagem, desta vez será à Jordânia e Israel. Ou seja, do maravilhoso Taj Mahal para a espectacular Petra, duas das actuais 7 maravilhas do mundo!

Obrigado ASSICURAZIONI GENERALI PORTUGAL!

domingo, 14 de março de 2010

Morreu Jean Ferrat

Jean Ferrat morreu. Em Portugal não era muito conhecido, eu conheci-o por causa do Daniel Schneider que cantava as suas canções de forma absolutamente fantástica.

O Daniel tinha um especial carinho pela "La Montagne" (http://video.muzika.fr/clip/18724). Cantava-a de maneira única e magistral e todos nós confundiamos um pouco a personalidade do Daniel com a melodia dessa canção!

Neste momento o Daniel e o Jean Ferrat devem estar algures a conversar como bons amigos...

Fica aqui esta homenagem e como alguém escreveu na Net, o adeus "ao último dos grandes da música francesa"!

sexta-feira, 12 de março de 2010

HEPATURIX - Donativos por livros

Os interessados que recentemente têm visitado este blog, conhecem o livro do Sr. Professor Linhares Furtado, mas têm revelado desconhecer a existência do "Lutar até Viver".

Ora, o do Sr. Professor dá uma perspectiva médica do assunto, o meu relata a nossa experiência. Ambos têm em comum a homenagem que é feita às equipas médicas que têm estado à frente da transplantação em Coimbra. No meu caso especificio, é uma homenagem mais direccionada para a transplantação hepática pediátrica. A perspectiva é a de uma familia que é "atropelada" pelos acontecimentos e tem um heroi muito especial! Como a Fátima Lopes o repetiu várias vezes, trata-se de um livro da familia, um livro de todos nós!

O inicio deste blog mostra a evolução que o lançamento do livro teve e actualmente está com a 2ª edição quase esgotada. Não sei se haverá terceira edição, mas quem tiver curiosidade em conhecer a história poderá para já aceder ao link da SIC
http://videos.sapo.pt/lzsJmBgGQZ3lL6g4P3FP

Se quiser adquirir o livro (12 euros), poderá entrar em contacto connosco para o mail da Hepaturix (hepaturix@net.novis.pt).

Em relação ao livro do Sr. Professor, por cada donativo de 20 euros, enviaremos um livro por correio.

sexta-feira, 5 de março de 2010

Aos associados da Hepaturix - convocatória de 26/02/2010

Conforme o disposto na alínea b) do º 2 do artº 29º, dos estatutos, pelo presente convoco todos os associados para discussão e votação do relatório e contas da gerência do ano anterior, bem como do parecer do Conselho Fiscal, na Assembleia Geral Ordinária a realizar no Próximo dia 27/03/2010 – 9:00, nas instalações do Hospital Pediátrico de Coimbra.

A AG iniciar-se-á às 10 horas com os presentes.

Vitor Martins
Presidente Assembleia Geral

Obs: Por acordo colectivo, a data inicial de 20/03/2010 foi alterada para dia 27.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Eis a Lígia!


A minha bela mulher hoje apareceu no "JN"!!
Aqui fica o apontamento, só para ver se também ela consulta este blog, pois se o fizer, depois de ver isto, vai-se fazer ouvir.....:)!

Transplantação de Orgãos Abdominais em Coimbra


Ontem foi a apresentação do livro do Sr. Professor Linhares Furtado e foi um notável êxito. O Pavilhão Centro de Portugal encheu, todos os lugares sentados estiveram ocupados, algumas cadeiras de recurso ainda foram utilizadas e muitos assistiram ao evento de pé. Foi uma notável noite de receitas para a Hepaturix, pois a totalidade das receitas reverteram para a N/ associação. A ASTELLAS FARMA, como sempre, foi impecável connosco e graças a eles, a Hepaturix não teve de suportar qualquer custo com a edição deste livro, ou seja, a totalidade das receitas é líquida e é da HEPATURIX. Cada livro do Sr. Professor pode ser adquirido com um donativo de 20 euros à Associação.

O meu livro continua também a ser trocado por donativos de 12 euros e quem quiser adquirir um ou outro, poderá fazê-lo através do meu contacto 964215245, ou do e-mail da hepaturix - hepaturix@net.novis.pt .

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Na Neve


Recordações de uma Terça de Carnaval e alguns trambolhões!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Lançamento do livro do Sr. Prof. Linhares Furtado


Aqui envio um convite generalizado.
Mais uma vez a ASTELLAS colaborou de forma impecável, pois as despesas são integralmente suportadas por esta empresa farmacêutica e a receita será integral para a Hepaturix. O livro será “vendido” por 20 € de donativo mínimo.

Também lá encontrarão o meu livro e da mesma forma a totalidade das receitas serão para a Hepaturix, pois todos os livros pertencem à ASTELLAS Farma que os doou à N/ associação para este fim.

Apareçam, pois este ano celebram-se 16 anos que se iniciaram os transplantes hepáticos em Coimbra e esta será mais uma homenagem merecida a todos aqueles que no dia a dia salvam as vidas dos N/ filhos.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Resultados da biópsia

Está tudo ok!

Aproveito para divulgar que para a semana iremos à apresentação do livro do Sr. Prof. Linhares Furtado. Será no dia 18 pelas 21:15 no Pavilhão de Portugal em Coimbra.

Mas explicarei tudo melhor em próximo comentário...

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Um dia cheio de emoções!

E foi desta! Finalmente o Alex fez a biopsia dos 5 anos pós-transplante.

O dia começou muito cedo, fomos para Coimbra às 7:00 e às 8:30 o Alex já estava a fazer colheitas para as análises. Depois fomos para o RX fazer uma Eco com Doppler e de seguida regressámos ao 4º andar para a biopsia. Espera aqui, espera acolá e finalmente o Alex levou a anestesia geral, isto já cerca das 10:30 (quando chegaram os resultados da coagulação). É sempre uma aflição “trair” o nosso filho e vê-lo adormecer quando está entretido com qualquer brincadeira matreira!

A biopsia demorou uma eternidade, mas correu bem e sem sangramentos! O Alex acordou da anestesia e logo de seguida adormeceu umas duas horas…. Comeu um Yogurte e duas bolachas e desceram-no para “medicina” já depois das 14:00.

Depois de mais umas esperas, lá tivemos a consulta e as novidades eram formidáveis, os exames sanguíneos estavam impecáveis, mas como já não se fazia nenhum ecocardiograma há mais de dois anos, lá subimos ao terceiro andar para mais esse exame. Também aí correu tudo bem, o Alex tem um coraçãozinho muito eficiente e saudável!

Conclusão, saímos do Pediátrico às 17:00 sem umas toneladas de peso, alegres e ... cheios de fome!! O penso do ventre do Alex incomodava-o um pouco, pois apanhava parte considerável do abdómen e não convinha que ele exagerasse nos movimentos, mas tivemos de parar para ir almoçar!

Agora já completamente descontraídos, vamos rezar para que os resultados da biopsia confirmem os resultados sanguíneos!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

De quem aguarda um transplante...

Lí o seu livro e adorei, grandes pais que o Vitinho tem, não só os pais como manas, restante familia e amigos.
Acredito que um dia será o meu dia, mas tenho sempre altos e baixos, um dia com muita esperança e outro sem esperança, por momentos sinto-me só e pergunto-me, porque nasci?..... enfim..... se passamos por isto é porque já estava destinado, é porque Deus quer assim...... resta-me esperar, talvez um dia possa sorrir e pensar que todo o meu sofrimento já passou.........
MC

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Salve algumas Vidas! Sim, eu estou a falar consigo!

O líder parlamentar do PSD, Dr. Aguiar Branco, há pouco tempo apareceu numa almoçarada de cogumelos silvestres e ouvimo-lo nas televisões deleitado com o desafio que se avizinhava e que iria vencer de faca e garfo! Todos nós temos caixas de paracetamol em casa, aos magotes!! Qualquer um de nós pode ter um brutal acidente de automóvel! Uma qualquer criança pode ter uma hepatite fulminante por causas inexplicáveis, ou então, envenenar-se com um qualquer produto tóxico guardado na despensa….

Enfim, estas são algumas das realidades do N/ dia a dia e que poderão desencadear a necessidade de um transplante hepático num espaço de tempo muito curto! No caso das crianças, o que é que vai ser necessário fazer num espaço de 16, 18 horas?!

A criança terá de ser levada para Coimbra, o bloco operatório terá de ser disponibilizado de imediato e vai ser necessário chamar as diversas equipas de médicos, pediatras, técnicos, cirurgiões, enfermeiros, auxiliares, etc, etc e colocar toda essa gente a postos para a complexa cirurgia que se vai desenrolar. Mas como estamos limitados no tempo, porque temos apenas algumas horas para salvar aquela vida, será necessário que ou o Pai, ou a Mãe, sejam dadores compatíveis e para tal, os pais, enquanto a criança agoniza, terão de fazer os testes de compatibilidade, a ressonância, uma tac, etc.

Se um deles for compatível e a anatomia do órgão permitir o transplante hepático, o dador irá sujeitar-se a uma operação complexa no bloco ao lado daquele onde estará o seu filho á espera do enxerto milagroso, em que o seu órgão vai ser dividido (bipartido) e da parte que lhe for extraída, será retirada apenas a porção necessária para o seu filho. Ou seja esse enxerto vai ser reduzido de forma microscópica e milimétrica, pois se esta intervenção for mal feita, comprometerá o êxito da operação principal.

Tudo isto, numa correria contra o tempo, em que várias dezenas de pessoas formam uma única equipa para salvar uma pequena vida! Imagine-se agora que o Dr. Emanuel Furtado estava em Paris num congresso médico e o Sr. Primeiro Ministro disponibilizou um avião da Força Aérea para o ir buscar no mais curto espaço de tempo.

Se esse avião, entre ir e vir, conseguir colocar o Dr. Emanuel em Coimbra em 4, 5 horas, essa criança, muito provavelmente conseguirá salvar-se!

No entanto se por ironia do destino, os aeroportos de Paris estiverem fechados por qualquer razão imprevista, por exemplo, condições climatéricas adversas, ameaça de atentados terroristas, etc, etc, etc, essa criança irá morrer.

Em Portugal só o Dr. Emanuel Furtado faz esta complexa intervenção cirúrgica. Para isso, ele é auxiliado por uma vasta equipa multidisciplinar que necessita de continuar o excelente trabalho que há 16 anos foi iniciado pelo Sr. Professor Alexandre Linhares Furtado. Esta equipa tem graves limitações em recursos humanos! Os médicos cirurgiões necessitam de transmitir os seus conhecimentos a mais médicos cirurgiões, o mesmo se diga dos anestesistas, dos intensivistas, dos pediatras, dos técnicos, etc, etc, etc. Ou seja, a “Escola de Coimbra” necessita que o Estado invista mais um pouco nela e que faça de vez a transferência dos transplantes dos HUC, para o Hospital Pediátrico.

O Dr. Emanuel não pode carregar a cruz eterna de tudo depender dele! Ele necessita de ser apoiado e de se sentir apoiado, todos queremos salvar essas pequenas vidas, mas com qualidade e com segurança! Nesta área não se pode improvisar, nem fazer as coisas ‘em cima do joelho’. Tudo tem de ser feito com precisão, com competência e com rigor.

O Vitor Alexandre teve a sorte de com ele, ter havido tempo. O mesmo se diga de todas as crianças que se salvaram!

Mas nem todas as crianças se salvaram….

Faça com que isto não volte a acontecer e divulgue a nossa mensagem!

Temos de “LUTAR ATÉ VIVER”.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Obrigado Sandra!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Coragem!

Para ler o livro é preciso estar com um determinado ‘estado de espírito’!
Desde que editei este livro tenho sido confrontado com realidades muito tristes! Muitas delas realmente demolidoras e que nos fazem estremecer!
Aproveito para aconselhar quem espera e desespera que o filho seja transplantado ou quem também esteja á espera de um transplante, para ler o livro com alguma prudência!
Citando o “Lutar até Viver”:
“A todos os que estão ou venham a estar numa situação equivalente, envio uma mensagem de muita esperança. O pensamento positivo é o nosso principal aliado e parafraseando o poeta “vale sempre a pena se a alma não é pequena”! Por tudo o que passámos digo que vale sempre a pena lutar por uma vida, como o refere o título deste pequeno livro, é “lutar até viver”! Lutar, lutar desenfreadamente, por vezes desesperadamente, mas lutar! Nunca, mas mesmo nunca poderemos desistir, porque só acreditando que podemos vencer, é que venceremos!” (…)
“Não há palavras que descrevam o que sentimos quando ri, brinca, salta, enfim, quando o vemos feliz no meio de nós!
O seu sorriso é especial e é verdade que algo de mágico lhe envolve a silhueta!
Quando o vemos no meio das brincadeiras com os outros miúdos, o mais fantástico é que o Vitinho é efectivamente uma criança que não se distingue das outras. Corre, joga futebol, grita, é traquina e ninguém consegue perceber pelo que passou.
Este é o grande mérito da transplantação hepática, é que efectivamente, é uma solução!
É a “ultima ratio”, mas é uma solução! Percebe-se que em doenças como a atrésia das vias biliares e em algumas doenças metabólicas só se avance para o transplante quando a situação se começa a revelar insustentável. Todos os pais de crianças nestas circunstâncias vivem este drama e mesmo sabendo que muitas vezes os seus filhos têm uma qualidade de vida sofrível, preferem manter esse cenário.
Por tudo isto é fundamental apostar cada vez mais na “Escola de Coimbra”, para que se atinjam taxas de sobrevida perto dos 100% e assim dar-se cada vez mais confiança aos pais de que o TRH é efectivamente a solução!
Existem guerras titânicas, guerras que nos envolvem, guerras que nos consomem e para as vencer, temos de acreditar! Acreditar na sorte, acreditar na nossa força, acreditar nos médicos, acreditar na fé que nos irá orientar, acreditar em suma!”

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Devagarinho, mas o livro está a cumprir a sua missão...

Tenho recebido os mais diversos contactos, desta vez o e-mail veio de França.

"moro em frança gostaria muito mesmo de comprar o livro pois tenho o meu filho na lista de espera para um transplante;por favor responda a este email"

Hoje também seguiu um livro para alguém que desespera por um transplante pulmonar.

Valeu a pena meter-me nesta aventura!

Valeu realmente a pena!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Dois amigos atingiram-me no coração!


Uma música de 1964 que me diz muito e me faz recuar aos anos 70 e 80... com muita saudade!

In my life
Lennon/McCartney

A história da Lígia

Conforme disse ontem, aqui vai então a história da Lígia!

Estávamos em 1965, a Mãe da Lígia estava gravemente doente porque tinha um tumor no útero. Foram exames para cá, radiografias para lá, etc, e mais uma vez o mesmo Dr. Mário Cunha andava á volta do problema, quando ... a mãe da Lígia sentiu o "tumor" mexer! Os médicos de então ficaram alarmados, porque perceberam imediatamente que o que crescia não era o tumor, mas sim um feto!

A Lígia desenvolveu-se no ventre materno exposta a cargas de radioactividade perigosas e como se sabe, os RX de então não utilizavam as mesmas cargas de radiação dos de hoje. Mesmo hoje seria impensável, mas imagine-se pelo que passou nessa altura!

A probabilidade de ter graves malformações era muito elevada e a mãe, para todos os efeitos, tinha um problema grave, que também tinha de ser eliminado "pela raiz".

Felizmente todos decidiram arriscar e deixar a 'histerectomia total' para outras núpcias!

A Lígia nasceu no dia 02/01/1966 saudável e a minha Sogra, também ainda por cá anda.

Ou seja, as N/ vidas estão pautadas por vários milagres! A Patrícia também já beneficiou de um e a Inês também!

Somos uns afortunados!

domingo, 24 de janeiro de 2010

Uma foto diferente!


Já provei os patos! Contrariamente ao que a Laurinda Alves costuma fazer (no seu blog), não vou descrever o cenário pois isso iria causar grave perturbação aos leitores deste meu blog....

Envio-vos uma foto, não de 1964, mas de 1973.